Apenas creia.

"não deixe que seus pensamentos, suas palavras, nem as suas ações contradigam aquilo que Deus diz a respeito de você..."

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Não se apegue
















Não se apegue...


Disfarce os vícios. Se forem prejudiciais; abandone-os.
Seja você numa versão diariamente melhorada.
Sorria dos erros. Mas nada de repeti-los, é burrice.
Cultive seu lado romântico, mas não desperdice seu lado durão. Alimente sua ternura, sem abrir mão do temperamento decidido.
Escolha novas cores. Um novo penteado, mas não deixe de usar a camisa que você mais gosta.
Sinta-se bem ao lado de quem lhe quer bem. Aproveite os instantes com quem você ama.
Discorde das pessoas quando você tem razão. Sem nunca impor-lhe suas vontades ou cair na armadilha da petulância de se achar superior.
Abrace sem receios. O abraço é como um laço da caixa de presente. Ao abri-lo, ganha um sorriso.
Busque o sucesso, mas arranque dele o carrapato da arrogância.
Mantenha a simplicidade sem parecer arranjadamente forçada.
Sinta não apenas a tristeza do teu próximo, mas sinta a necessidade de ajuda-lo.
Corra riscos que valham à pena.
Busque o que você procura encontrar. No entanto fuja dos desencontros que causam o que não se busca.
Desapegue-se do luxo. Uma hora dessas você pode descobrir que todo luxo não passa de um lixo reciclado de hipocrisias. 
Fique atento às mudanças. Se forem boas não as evite. Receie-se de algumas coisas que não mudam.
Sonhe acordado. Assim realize-o.
Faça da leitura uma arma para grande descoberta. Descubra mais de você em cada nova leitura.
Troque duas horas de internet por uma hora de uma boa caminhada. Caminhe para o alvo. Não olhe para trás.
Aproveite o que há de bom nas novas tecnologias, todavia não jogue fora os bons costumes.
Não desperdice conselhos. “Quem não ouve conselho vai ouvir: Coitado!”
Domine sua língua. Fale sempre bem menos do que o necessário.
Indigne-se sem irar-se. Proteste com o direito de revoltar-se, mas não se revolte se fores alvo de protestos.
É bom saber um pouco sobre assuntos que parecem ser chatos como política, economia, meio ambiente. Não duvide em algum momento você precisará deles.
Seja livre para pensar e fazer o que quiser. Sem exageros. O que passa do limite estraga.
Dê um jeito de fazer uma viagem pra um lugar que você sonha conhecer. Aprecie uma nova paisagem, assim entenderá a beleza de um novo caminho.
Mas o bom de tudo é que você não se apegue a nenhuma dessas coisas, faça delas traços de um desenho de uma vida que precisa ser rascunhada com cuidado, para que a obra de arte perfeita seja uma vida perfeita pra se viver.